START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

Bichectomia é um procedimento conhecido como cirurgia para “afinar o rosto”. Consiste na retirada da Bola Gordurosa de Bichat (Buccal Fat Pad, em inglês). Isto é, as nossas bochechas.

As gordurinhas atrapalham aqueles que costumam morder involuntariamente as bochechas. O resultado é natural e começa a ser visível em mais ou menos três meses. O resultado final, contudo, só pode ser avaliado após seis meses da cirurgia.

Curiosidade: a Bola de Bichat é uma das últimas gorduras a serem consumidas. Ela só se reduz quando o indivíduo já queimou praticamente todas as gorduras do corpo.

bichectomia
As bochechas, após a infância, não têm mais função fisiológica, podendo ser retirada, desde que seja com profissionais altamente capacitados.

Como funciona

A bichectomia dura em média entre uma hora e uma hora e meia. Não dói, mas há alguns cuidados após a cirurgia. Normalmente, ocorre um inchaço na região, devido ao corte cirúrgico, que pode ser tratado com o uso de compressas de água fria.

Com a incisão intraoral é indicado que se evite o consumo de alimentos cítricos. O retorno às atividades normais em geral demora uma semana. Dessa maneira, o processo de recuperação é muito semelhante à extração de um dente do siso.

Alguns desses cuidados incluem: evitar tomar sol nas quatro semanas iniciais ou enquanto houver áreas roxas, utilizar compressas de gelo nos três primeiros dias, além de ter uma alimentação líquida e pastosa nas primeiras 48 horas.

Caso tenha dor, não se recomenda utilizar analgésico. Verifique com o seu especialista a medicação ideal para este sintoma.

A dúvida mais recorrente sobre esse procedimento diz respeito ao “futuro das bochechas”. As bochechas podem voltar a crescer e aumentar de tamanho após a bichectomia?

A tendência de as bochechas crescerem com o ganho de peso diminui muito com o procedimento. Nos casos de grandes ganhos, porém, elas podem aumentar de tamanho novamente.

Cuidados

Só um profissional especializado poderá avaliar e indicar o melhor tratamento para o seu caso. Algumas vezes, a causa de um rosto mais largo pode ser a hipertrofia do músculo masseter. Nesse caso, não se recomenda a Bichectomia, mas, sim, a injeção da toxina botulínica (botox).

O procedimento da Bichectomia não resolve o acúmulo de gordura abaixo do queixo – o famoso “papo”. Há outros tratamentos disponíveis para esse caso.

Embora seja uma cirurgia rápida, é um local “nobre”, próximo a glândulas, nervos e artérias importantes da face, havendo risco de lesões nessas regiões. Por essa razão, a operação tem que ser feita por um profissional que tenha bom conhecimento de anatomia.

Riscos

Não há problema nenhum na retirada da Bola de Bichat, pois após a infância, ela não tem mais função fisiológica, podendo ser retirada sem problemas. Para os recém-nascidos, tem função em auxiliar na amamentação, enquanto o bebê suga o leite materno.

O procedimento jamais deve ser banalizado por tratar-se de um procedimento cirúrgico. Existem dois riscos específicos da redução das bochechas: lesão dos ramos bucais no nervo facial e do ducto parotídeo (nervo que leva a saliva para a boca).

Os riscos desses dois acontecimentos são reduzidos, todavia, a quase zero, quando a cirurgia é feita por um cirurgião dentista com experiência.

Está interessado no serviço? Entre em contato com os especialistas do Instituto Barbosa e transforme sua autoestima!

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h