START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

Para facilitar a compreensão, é importante que o paciente, primeiramente, conheça em detalhes o produto utilizado neste procedimento, a Toxina Botulínica. Estamos falando de um complexo proteico purificado, obtido a partir do veneno da bactéria Clostridium Botulinum.

Na forma injetável, a toxina botulínica tem sido objeto de estudos no controle da dor, incluindo dor nos músculos e articulações da face, porque ela bloqueia a liberação de acetilcolina – neurotransmissor responsável pelas mensagens elétricas do cérebro aos músculos.

Historicamente, as proposições do mecanismo de ação foram sugeridas em meados de 1950. A partir da década de 1980, após a utilização da toxina botulínica na correção de estrabismo em macacos, teve início sua aplicação clínica para uso terapêutico.

No Instituto Barbosa, a toxina assume a forma de botox odontológico e apresenta aplicação no tratamento de algumas patologias: distonias orofaciais, disfunção temporomandibular, bruxismo e sorriso gengival.

botox_nova_img_menor
Dores faciais decorrentes da disfunção temporomandibular podem ser evitadas com o botox.

Recomendações de uso

A aplicação da toxina botulínica é comum no tratamento de distonias orofaciais, os chamados “tics na face”. Tratam-se de contrações involuntárias de um músculo isolado ou de um grupo muscular que podem ser incapacitantes e, frequentemente, dolorosos.

Veja, a seguir, os principais benefícios esperados no tratamento de distonias com o botox:

  • Diminuição da frequência e severidade dos espasmos;
  • Diminuição da dor ou desconforto;
  • Melhora da atividade funcional e da qualidade de vida dos pacientes.

A segunda aplicação mais comum é no tratamento do bruxismo – disfunção que afeta cerca de 30% dos brasileiros e se caracteriza pelo ranger de dentes durante o sono. A toxina botulínica pode substituir, dependendo do caso, as placas noturnas do tratamento convencional, ajudando a reduzir a tensão e o atrito entre os dentes.

Dores faciais decorrentes da disfunção temporomandibular são evitadas com o botox. Nesse caso, a toxina botulínica é aplicada, diretamente, no músculo, sem reações adversas.

A terapia com toxina botulínica diminui também o sorriso gengival, isto é, a exposição excessiva da gengiva ao sorrir. Trata-se de uma disfunção resolvida por meio de cirurgia ou aplicação de botox.

Se o paciente opta por procedimentos não invasivos, a toxina é grande aliada, sendo aplicada nos músculos e relaxando a musculatura.

Vantagens

Conheça, a seguir, as principais vantagens do tratamento com botox odontológico:

  • O tempo de aplicação é bem rápido;
  • O procedimento é realizado no próprio consultório;
  • Não exige aplicação de anestesia;
  • As agulhas são muito finas.

Ácido hialurônico

A biomodelação labial é um dos tratamentos na Odontologia realizados por meio do uso de injeções de ácido hialurônico. É importante destacar que as injeções são aplicadas após anestesia local, o que torna o procedimento totalmente indolor.

Trata-se de uma solução para pacientes com lábios que se afinaram em decorrência da idade, da genética ou do hábito de fumar.

Na região labial, o ácido hialurônico também pode ser usado para diminuir marcas que se formam entre os cantos da boca e o queixo – as “rugas tipo código de barras”.

O ácido hialurônico é absorvível pelo organismo em um período variável de 6 a 8 meses, constituindo, assim, um preenchimento não definitivo.

No entanto é mais aconselhável utilizar o preenchimento definitivo, feito através da aplicação de substâncias sintéticas. O período de recuperação é, relativamente, curto, durando cerca de uma semana.

Está interessado no serviço? Entre em contato com os especialistas do Instituto Barbosa e transforme sua autoestima!

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h