START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

Tooth brushes in glass

Escova de dente: saiba como escolher a sua!

Saber como escolher a escova de dente é essencial para garantir um bom cuidado com a saúde bucal. De nada adianta seguir as recomendações do dentista e não apostar na escova certa na hora de fazer a limpeza dos dentes.

O resultado, muitas vezes, não são apenas as cáries – ao menos não nos dentes mais fáceis de limpar –, mas outros problemas como a gengivite, já que a escova de dentes incorreta pode acabar irritando a gengiva e deixando-a propensa a inflamações.

Descubra agora o que levar em conta e como escolher a sua escova de dente:

Como escolher minha escova de dentes?

Na hora de escolher sua escova de dentes, é preciso levar em consideração alguns fatores, como:

Cerdas

Cerdas macias são as mais indicadas para quem está em dúvida sobre como escolher a escova de dente. Créditos: Dr. Wilson Correia

As cerdas maciais são as mais recomendadas pelos dentistas, pois conseguem higienizar os dentes sem machucar a gengiva ou desgastar o esmalte do dente. Lembre-se que o truque para manter os dentes limpos é escovar os dentes com frequência, e não com força.

Observe também se as cerdas têm o mesmo tamanho. Quando são macias e iguais, as cerdas das escovas de dente removem mais facilmente a placa bacteriana e os restos de alimentos, garantindo uma limpeza mais eficiente.

As cerdas duras devem ser opção apenas de quem usa prótese, pois são mais eficientes para a limpeza nesses casos.

CTA

Formato da escova

Além das cerdas, no processo de como escolher escova de dente, é preciso levar em conta também o seu formato. O ideal é que sejam arredondadas, pois conseguem limpar todos os dentes com a mesma eficiência.

O formato angular é melhor para limpar dentes inferiores e superiores que estão localizados mais ao fundo da boca. Já as escovas compactas podem ser indicadas para pessoas que têm boca pequena e, por isso, mais dificuldades em escovar todos os dentes com uma escova normal.

Quem manteve os sisos precisará das escovas menores para garantir uma boa higiene bucal. Por outro lado, quem não tem esses dentes e não sente dificuldades em escovar todos os dentes, mesmo tendo boca pequena, poderá apostar no modelo de tamanho tradicional.

Escovas para quem usa aparelho fixo

Quem usa aparelho fixo precisa de uma escova de dentes a mais para manter a higiene bucal em dia Créditos: extra.com.br

As pessoas que usam aparelho fixo podem contar com escovas de dente especiais para ajudar na limpeza, além da tradicional. A interdental é uma boa opção, pois permite escovar áreas que a escova normal não iria conseguir alcançar direito, devido aos bráquetes e ao arco do aparelho.

A escova ortodôntica é também uma boa opção. As cerdas com formato em V ajudam a limpar melhor o aparelho e os dentes.

Escovas Elétricas

image3
Escovas de dentes elétricas são práticas, mas indicadas para casos especiais. Créditos: Worten

A escova de dente elétrica faz os movimentos corretos para garantir uma boa higienização da boca, o que faz com que pareça bastante prática. Apesar disso, escovas elétricas não são recomendadas para todas as pessoas, pois há o risco de se perder a habilidade de realizar a escovação sozinho.

Esse produto é indicado nos casos de dificuldades motoras, já que a pessoa não consegue sozinha realizar os movimentos adequados para limpar seus dentes. Idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais podem usar a escova elétrica como um complemento, para garantir que a higiene bucal esteja sendo feita corretamente.

Agora, se você não possui nenhum tipo de dificuldade motora, a escova tradicional ainda é a melhor opção.

E para limpar mais que os dentes?

Apesar de os dentes serem o foco principal quando se fala em como escolher escova de dente, é preciso levar em conta também outras partes da boca que necessitam de limpeza, como a língua e as bochechas.

De nada adianta escovar perfeitamente os dentes e esquecer de finalizar com a limpeza da língua e das bochechas, pois as bactérias e restos de alimentos também se acumulam por ali. Mas isso significa que você precisa ter um produto especial para higienizar essas regiões da boca?

A resposta é: depende. Existem raspadores de língua disponíveis no mercado, mas nem todo mundo gosta de utilizá-los. Além do que, é mais um objeto a ser utilizado na escovação, o que pode tornar o momento desagradável.

Nesses casos, é interessante buscar por um único produto que limpe a boca como um todo, como as escovas de dente que possuem limpadores de língua e bochechas na parte traseira. Dessa forma você tem na sua escova de dentes um objeto que vai higienizar toda a sua boca e agilizar o processo de escovação.

Assim que terminar a escovação, basta virar a escova ao contrário e esfregar na língua e nas bochechas para remover a saburra, aquela mancha branca que aparece na língua e causa mau hálito. Limpe com água corrente e repita o processo nas bochechas.

Na língua, se você preferir, pode escovar com as próprias cerdas da escova. Já nas bochechas, esse processo não é recomendado pelo desconforto e a possibilidade de machucar a região, sendo indicado o limpador.

Como conservar a minha escova?

image1 (1)
Alguns cuidados garantem maior durabilidade da escova de dentes Créditos: Portal do Holanda

Depois de finalizar a higiene bucal, é preciso alguns cuidados com a escova de dentes para evitar que ela entre em contato com bactérias e acabe perdendo sua função. Você deve, então:

  • Lavar a escova com água corrente, assim que finalizar a escovação. É preciso retirar o excesso de pasta de dente e qualquer sujeira que tenha ficado presa nas cerdas;
  • Secar as cerdas antes de guardar a escova. É possível fazer isso com um pedaço de papel toalha. Guardar a escova molhada cria um ambiente propício para a proliferação de bactérias e o aparecimento de fungos;
  • Use capinha para escova de dentes, se for deixá-la exposta no banheiro. Pense que esse é o espaço da casa mais cheio de bactérias e, a cada descarga dada, há o risco de que partículas de fezes se grudem à escova;

CTA FINAL 2

  • Se for guardar a escova em gavetas ou armários, aposte em um espaço exclusivo para esse objeto. Ainda assim, a capinha de proteção é indicada para manter as cerdas protegidas;
  • Transporte sua escova em local adequado, usando as caixas de transporte que permitem carregar o kit escova, pasta e fio dental;
  • Aposte nas escovas dobráveis ou desmontáveis para levar para o trabalho ou quando precisar viajar;

Quando devo substituí-la?

image6
Trocar de escova de dentes garante uma limpeza mais efetiva, como se fosse a primeira escovação. Créditos: Sorrisologia

A escova de dentes não dura para sempre. Tenha em mente isso. Por mais que você tenha uma preferida e tenha se acostumado com determinado modelo, você terá que trocá-la após algum tempo de uso ou em determinadas situações.

Em média, é recomendada a troca da escova a cada três meses, de forma a garantir que ela continue removendo a sujeira e a placa bacteriana com a mesma eficiência. Isso quando não há outros sinais de que a troca deve ser feita antes.

Mas há outros fatores que devem ser levados em conta. Se as cerdas estiverem abertas e perderam a sua forma, é hora de substituir sua escova. No momento em que isso acontece, as cerdas já não conseguem remover completamente a placa bacteriana e até mesmo os restos de alimentos.

Outro fator a ser levado em conta e que pode fazer com que seja necessário trocar a escova de dentes antes de três meses é após gripes, resfriados ou infecções na garganta causadas por vírus e bactérias.

O motivo? Sua escova entrou em contato com germes e, ao continuar usando mesmo após ter sarado, você corre o risco de se infectar novamente – ou deixar seu corpo mais sensível a outras doenças. Sendo assim, caso tenha ficado doente, troque a escova assim que sarar.

A troca periódica da sua escova garante uma limpeza bucal mais eficiente, diminui o risco de doenças bucais, como a gengivite, e mantém seu hálito mais saudável. Então, não ignore os sinais de que chegou a hora de dar adeus à velha escova de dentes e trocar por uma nova!

Como escolher escova de dente não é uma tarefa difícil, mas exige que se leve em conta alguns fatores. Se você ainda tem dúvidas e não se sente completamente seguro para escolher sozinho sua nova escova, faça uma visita ao seu dentista.

No consultório você poderá pedir orientações precisas e, muitas vezes, o profissional indicará a você qual escova se adapta melhor às suas necessidades. Aproveite o momento para pedir dicas não apenas sobre a escova, mas também como você pode melhorar sua escovação e garantir que a sua higiene bucal fique sempre em dia!

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a acompanhar os artigos postados no blog. Aproveite e compartilhe com seus amigos. Talvez eles também tenham dúvidas de como escolher escova de dente!

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h