START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

lente de contato dental

Lente de contato dental: quanto custa e como funciona?

A lente de contato dental, também conhecida como lente de contato de porcelana ou faceta dental, é uma placa protetora bastante fina feita de porcelana ou resina. Esta é moldada na cor branca em uma impressora 3D para ser usada como um novo esmalte dental, cobrindo a superfície frontal dos dentes com o objetivo de melhorar sua aparência.

As facetas de porcelana costumam ser mais resistentes a manchas do que as facetas de resina, além de terem uma aparência mais natural. Porém, as lentes de contato de resina são mais finas e requerem a remoção de menos esmalte do dente que as de porcelana. A escolha do material vai refletir diretamente no custo total do tratamento dental.

Quanto custa em média alente de contato dental?

O preço das lentes de contato dentais varia bastante dependendo do profissional e de acordo com a região do país, duração do procedimento, quantidade e tamanho dos dentes a serem revestidos.

Cada faceta dental custa, em média, de R$ 1.000 a R$ 3 mil. Essa grande diferença de preço acontece, principalmente, por conta do tipo de material utilizado em sua moldagem, sendo a de porcelana a mais cara.

CTA

Sua aplicação não precisa ser feita em todos os dentes. Por ter finalidade estética, ela costuma ser aplicada na quantidade de dentes que fica visível durante o sorriso, que varia entre seis e 16 dentes. Com isso, um tratamento completo custa, em média, de R$6 mil a R$48 mil.

Mesmo o material sendo muito resistente, se uma das lentes rachar ou quebrar, não existe um meio de consertá-la, a única saída é substituí-la. Além do mais, elas têm uma vida útil de mais ou menos dez anos, tendo de ser refeito o tratamento após esse período de tempo, sendo ainda mais custoso para o paciente.

Lentes de contato dentais também são conhecidas como facetas dentais.

Como funciona?

A colocação de lentes de contato dentais é composta por três fases. Na primeira delas, o dentista avalia se as lentes de contato são apropriadas para o paciente fazendo uso de raios-X e de moldagem dos dentes.

A segunda fase é a da preparação das lentes. Para que essa preparação seja viável, o cirurgião dentista remove um pedaço do esmalte da superfície dental, que equivale à espessura da faceta dental que será ali posicionada posteriormente.

Após esse procedimento, é feita uma moldagem dos dentes do paciente. Esta é enviada a um laboratório de prótese dentária que constrói as lentes de contato em um período de uma a duas semanas. Também podem ser feitas facetas dentais temporárias quando a estética dos dentes do paciente está bastante comprometida.

A terceira fase do tratamento é a colocação das lentes de contato dentais de porcelana. Antes delas serem colocadas permanentemente em cada dente, o dentista as ajusta até que seu encaixe seja perfeito. A cor de cada uma delas também pode ser ajustada com a máscara da cola utilizada.

Após os ajustes finais, os dentes são preparados para receber as facetas. Então, eles são limpos, polidos e riscados, para que aja uma melhor aderência da cola. Em seguida, a lente de contato é posicionada adequadamente sobre o dente, junto com a cola, e fica exposta a uma luz especial, que ativa as reações químicas presentes na cola, acelerando seu endurecimento.

Por último, os excessos de cola são retirados e a mordida do paciente é avaliada e ajustada.

As grandes vantagens

As lentes de contato dentais podem ser usadas para corrigir dentes descoloridos, manchados, desgastados, desalinhados e irregulares.

Uma das vantagens das facetas de porcelana é o curto período de tratamento.

Além disso, apresentam inúmeras vantagens para os pacientes que optam por este tratamento, entre elas, estão:

  • Melhoramento da estética dental;
  • Pouco tempo entre o início e o fim do tratamento;
  • Aparência natural para os dentes;
  • Pouca rejeição por parte do organismo, principalmente por parte da gengiva;
  • Resistência a manchas;
  • A cor da faceta de porcelana pode ser selecionada de acordo com a vontade do paciente, dando uma aparência mais clara para os dentes mais escuros;
  • A não pigmentação. O indivíduo pode tomar refrigerante ou café, por exemplo, sem se preocupar com que os dentes fiquem “amarelados”.

Essa também é uma ótima escolha para quem possui dentes muito pequenos, rachados e quebrados ou para quem possui um espaçamento significativo entre eles.

As principais desvantagens

Infelizmente, as desvantagens podem pesar mais do que as vantagens na hora da decisão pelo tratamento.

Em alguns casos, por exemplo, a colocação de lentes de contato não é indicada, pois ela pode colocar em risco a saúde oral do paciente. Isso acontece por conta da necessidade de que haja a realização de raspagem nos dentes, deixando-os frágeis e suscetíveis a rachaduras.

Então, esse tratamento não é indicado para pessoas que têm facilidade em desenvolver cáries, que roem unhas, que apresentam quantidade inadequada de esmalte na superfície do dente, que possuem gengivas sensíveis ou que rangem os dentes, como é o caso de indivíduos que sofrem de bruxismo.

Além disso, são desvantagens da colocação das facetas dentais:

  • Alto custo do tratamento;
  • O processo não é reversível;
  • Não tem conserto quando racham, tendo que ser trocadas;
  • As cores são fixas, não podendo ser alteradas após sua colocação nos dentes. Isso impede futuros clareamentos, por exemplo;
  • Dentes com facetas dentais ainda estão sujeitos a desenvolver cáries.

Mesmo existindo desvantagens, como em qualquer outro tipo de tratamento, as lentes de contato apresentam vantagens significativas, podendo devolver a vontade de sorrir dos pacientes, pois trata-se de um tratamento que mexe com a autoestima e transforma vidas.

CTA FINAL 2

Você já conhecia as lentes de contato dentais ou tem alguma dúvida a respeito? Quer saber mais sobre saúde bucal, suas patologias e tratamentos? Entre em contato conosco, deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nossas publicações.

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h