START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

sorriso

O dente do siso entorta o resto dos dentes? Entenda esse processo

A retirada do siso e seu nascimento é um processo conhecido pelas pessoas, mas normalmente ninguém sabe por que essa retirada é feita. Muitos acreditam que o siso entorte os dentes após o seu nascimento, o qual ocorre normalmente depois dos 18 anos, mas isso ainda não é comprovado.

O nascimento deses dentes pode trazer alguns incômodos, como dor e inflamação nas gengivas.Geralmente esses dentes nascem somente após todos os dentes de leite terem sido trocados e o indivíduo já ter chegado à idade adulta, ou seja, depois dos 18 anos de vida. Mas há algumas exceções em que eles nascem antes ou quando a pessoas já está na meia idade. Em alguns casos, eles nem chegam a nascer. Especialistas acreditam que a espécie humana está em evolução e que em gerações futuras o dente do siso não mais nascerá.

O sisos são os terceiros dentes molares: nasce um em cada lado da arcada dentária superior e inferior. Durante seu processo de erupção, pode ocorrer dor, inflamação no local ou até mesmo infecções nas gengivas.

Antigamente, era muito indicada a extração do siso, pois esses dentes recebiam a culp de tudo o que acontecia. Atualmente, o processo mudou: realiza-se uma avaliação antes de removê-los, para averiguar a real necessidade de tal procedimento.

Devido à posição em que se encontram, muitas vezes podem nascer torto e começar a machucar as gengivas, causando dor e incômodo. Mas nem sempre é indicada a extração, pois na odontologia atual, preza-se muito a não extração de dentes, seja ele qual for. O profissional deve sempre avaliar se deve ou não retirar o dente e se não há outra alternativa.

CTA

Anualmente, cerca de 10 milhões de dentes do siso são extraídos nos Estados Unidos. Mas será se esse procedimento realmente está correto? Conforme supracitado, o ideal é que fazer uma avaliação antes da retirada e não meramente indicar a extração somente porque se trata do dente do siso.

Continue lendo este post e veja mais detalhes interessantes sobre o nascimento deste dente tão temido, mas que em muitos casos pode ser benéfico. Há casos em que a pessoa perde dois dos molares e o siso acabou por substituir eses dentes.

Em cada pessoa a avaliação é diferente, e o nascimento do siso se comporta de uma forma. Então não deixe de ouvir a opinião de um bom profissional antes de remover os seus sisos, pois o dente é um bem precioso e cada um deles faz muita falta caso venha ser removido.

Por que o dente do siso é retirado?

Ainda não foi comprovado que o siso entorte os dentes e sua retirada decorre de outros motivos.

Primeiramente, para saber se o dente siso deverá ser retirado ou não é necessário realizar uma avaliação por um profissional da odontologia. Ele solicitará os devidos exames e decidirá se o melhor tratamento é a extração ou não.

Esse procedimento pode ser indicado também para fins de prevenção. Dessa forma podem-se evitar complicações futuras tais como problemas oclusais, periodontais e cáries.

Em muitos casos a extração é indicada devido ao fato de já estar causando problemas no paciente como, por exemplo, cáries extensas e inflamação gengival não controlável.

Existe risco do seu crescimento prejudicar os outros dentes?

Ainda não existe uma resposta científica que comprove que o nascimento do siso possa entortar os dentes, mas alguns especialistas acreditam que sim, pois pode ocorrer uma compressão nas arcadas dentárias e entortar os dentes anteriores inferiores, ficando “encavalados” uns com os outros.

Estudos recentes demonstraram que os sisos não têm força suficiente para entortar os demais dentes, visto que muitas vezes ficam presos no osso.

CTA FINAL 2

As pesquisas também indicaram que o apinhamento que ocorre nos dentes tem pouca chance de ser causado pelo nascimento dos sisos. Analisaram-se duas amostras, uma de pessoas que extraíram os sisos e outra que não extraíram. Verificou-se que as duas amostras apresentaram apinhamento na mesma proporção.

Então, o melhor caminho não seria a extração dos dentes, somente se já estiverem causando problemas incontroláveis. Para prevenir o apinhamento, o melhor caminho talvez não seja a extração, mas usar uma contenção. Então ouça a opinião de um especialista, ele analisará cada caso e indicará o melhor tratamento ou forma de prevenção possível

Quais os problemas causados pelo dente do siso?

Em alguns casos, podem ocorrer algumas complicações devido ao nascimento do siso, já foram relatados problemas oclusais, periodontais e cáries nos dentes próximos devido à dificuldade de higienizar esses dentes.

Há também formação de cáries nos próprios sisos ou infecções, pois às vezes eles não irrompem ou irrompem parcialmente, tornando-se foco de bactérias. Esse tipo de infecção é chamada de pericoronarite. Se a infecção não for tratada, poderá evoluir para a parte interna do dente, onde o tratamento seria apenas o canal.

Além de cáries e infecções, podem causar ainda complicações gengivais e no osso que o sustenta, são os chamados problemas periodontais. Alguns pacientes apresentaram surgimento de cistos na maxila e também ferimentos nas bochechas provocados pelos dentes sisos.

Como você pôde perceber, não está comprovado que os dentes do siso possam entortar o restante da arcada, mas eles podem provocar outras complicações. Por isso, é importante visitar, se possível um cirurgião bucomaxilofacial para fazer uma avaliação quando os seus sisos surgirem e estiverem causando algum incômodo. Pois nem sempre a retirada é o melhor caminho, há outras formas de controlar a situação dependendo do caso.

Agora que você já sabe mais sobre o dente do siso, ainda ficou alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Deixe sua opinião nos comentários. Ela é muito importante para nós!

Além disso, continue seguindo nossas publicações para saber mais curiosidades desse ramo. Até a próxima!

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h