START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

image1 (1)

O que é sorriso gengival e qual o tratamento mais indicado?

O que é sorriso gengival?

O sorriso gengival é definido pelos profissionais de odontologia como uma “exposição gengival excessiva”.

O tecido gengival é o responsável por deixar a boca alinhada e envolver os dentes, deixando-os apertados e seguros.

A exposição excessiva do tecido gengival é considerada um problema de natureza apenas estética, porém, em alguns casos, o sorriso gengival pode estar associado a alguma complicação na saúde bucal que deve ser avaliada por um dentista para a aplicação do tratamento mais adequado.

Se a exposição excessiva do tecido gengival for resultado de uma erupção dentária ou problema no desenvolvimento do maxilar, o indivíduo pode apresentar dificuldades para mastigar, algo que exige atenção e cuidados para não prejudicar a qualidade da mastigação.

O sorriso gengival geralmente não impede a pessoa de realizar atividades básicas como comer ou falar, mas o efeito negativo na aparência do sorriso já é uma situação que afeta bastante.

image3 (1)
Você tem sorriso gengival? Confira neste artigo quais as principais causas e tratamentos.

A partir de agora vamos explicar todas as questões relacionadas ao sorriso gengival e traremos informações que você precisa saber a respeito deste assunto.

Continue acompanhando a publicação para conhecer as principais causas do sorriso gengival, os tratamentos mais indicados e os cuidados que garantem os melhores resultados na busca pela correção do excesso de tecido gengival. Acompanhe!

Quais as principais causas do sorriso gengival?

O sorriso gengival pode ser causado por diversos motivos, sendo alguns desses motivos mais comuns do que os outros.

Dentre as principais causas, a genética talvez seja a mais comum, porém, o sorriso gengival pode decorrer de fatores isolados, como inflamações na gengiva e a hipertrofia gengival, por exemplo.

Esteticamente, o sorriso gengival é considerado um problema pela maioria das pessoas, mesmo que não afete diretamente a saúde dos dentes e da boca de modo geral.

O relato de muitos que possuem excesso de tecido gengival converge para o desconforto na hora de sorrir.

Na maioria dos casos, as mulheres são as que mais ficam incomodadas com o sorriso gengival, porém, não há estudos que comprovem qual o público tem a maior probabilidade de apresentar esta condição.

Na infância, o sorriso gengival não chega a ser um problema, porém, com o passar dos anos, os cuidados com a estética dos dentes são maiores.CTA

Muitas pessoas precisam utilizar aparelho ortodôntico para corrigir imperfeições no alinhamento dos dentes, um tipo de tratamento que pode levar anos para ser finalizado.

Já no caso do sorriso gengival o tratamento é específico, conforme mostraremos neste artigo.

Mas antes é preciso conhecer as principais causas da exposição excessiva do tecido gengival, que são a hiperatividade do lábio superior, o crescimento exagerado do osso vertical da maxila e a formação do lábio superior, mais “curto” na comparação com o lábio inferior.

Confira os detalhes de cada um:

Hiperatividade do lábio superior

A atividade dos músculos labiais é o que define o quanto a gengiva fica exposta no sorriso gengival alto.

Normalmente ao sorrir ou falar os lábios exibem apenas os dentes da arcada superior e um pouco da gengiva.

É como se o lábio superior estivesse permanentemente contraído e quem tem esse problema realiza movimentos mais amplos ao fechar e levantar os lábios, fazendo com que a gengiva fique mais exposta que o normal.

A essa ocorrência dá-se o nome de “Hiperatividade do lábio superior” e, apesar de ser apenas estética, deve ser resolvida quando causa algum tipo de mal-estar.

Crescimento exagerado do osso vertical da maxila

Quando a altura do osso maxilar acaba ficando bem maior que o normal é formado um sorriso gengival.

Além de ser uma das causas mais comuns dessa condição, também é uma das que tem resolução mais complicada, pois é necessária intervenção cirúrgica e exames precisos para o resultado correto.

Geralmente, para corrigir este problema é necessário fazer ajustes nos ossos ou então no tecido gengival.

Apesar de ser um procedimento invasivo que exige até mesmo um certo tempo de repouso, ele é solucionado de forma definitiva, corrigindo o sorriso de uma vez por todas.

image4
O sorriso gengival de Beth Goulart é evidente. A atriz está sempre sorridente frente às câmeras.

Lábio superior curto

Quando a pessoa tem um lábio superior curto e fino, ou mais retraído que o normal, ela acaba apresentando um sorriso gengival, pois não há lábio suficiente para cobrir a gengiva superior durante o sorriso.

As mulheres sofrem mais com essa situação. Como a maioria usa batom para realçar as curvas dos lábios, o sorriso pode ficar comprometido justamente pela falta de volume no lábio superior.

Porém, apesar de ser a causa mais difícil de ser solucionada, também existe tratamento, aplicado na correção do tamanho do lábio superior.

Para saber exatamente qual a causa do sorriso gengival é muito importante consultar um dentista.

Ele irá definir o melhor plano de tratamento de acordo com a causa. Para isso ele poderá examinar a arcada dentária e solicitar exames de raio-x para analisar os dentes e mandíbulas com precisão.

image1 (1)
O sorriso gengival pode ter várias causas e felizmente todas têm tratamento.

Quais os tratamentos para o sorriso gengival?

O dentista poderá oferecer o melhor tratamento para todos os casos de sorrisos gengivais.

Geralmente os procedimentos são cirúrgicos e podem ser executados por periodontistas, ortodontistas e cirurgiões orais.

É extremamente importante conhecer cada um dos tratamentos e respeitar o tempo de recuperação, que no caso de intervenções cirúrgicas, pode levar alguns dias até que o paciente possa voltar a rotina normal sem riscos de machucar a gengiva.

Os tratamentos variam de um caso para o outro, porém, os mais comuns e indicados pelos dentistas são os seguintes:

Cirurgia da gengiva (gengivectomia e gengivoplastia)

A cirurgia da gengiva é a mais indicada para o tratamento do sorriso gengival alto.

O procedimento consiste em aumentar o comprimento dos dentes com a realização de uma cirurgia plástica periodontal.

A gengivoplastia é uma técnica mais simples na qual é removida a gengiva excedente.

Para sua realização não é necessário remover o osso que contorna os dentes e por isso não é necessário fazer pontos.

Além de ser menos complexa, outra vantagem da gengivoplastia é o período curto de recuperação.

Normalmente o paciente deve ficar de repouso por 24 horas, e em seguida mais 48 horas para recuperação da gengiva a um ponto em que a pessoa possa retomar as suas atividades cotidianas.

Na gengivectomia é feita a remoção da gengiva em excesso, porém, nela também é removido o pedaço do osso excedente que está causando o problema.

Por ser uma cirurgia mais complexa, ela só é realizada em casos mais severos, nos quais apenas a gengivoplastia não resolve.

A gengivectomia pode ter sutura ou não, dependendo do caso.

Quando não são feitos pontos, o período de repouso do paciente é o mesmo da gengivoplastia, mas na maioria dos casos é necessário dar pontos, levando o paciente a ter que ficar de repouso durante uma semana.

Nesse período é colocado um protetor nas gengivas para a proteção total dos pontos durante a mastigação.

Cirurgia de reposicionamento labial

Muito usada nos casos de hiperfunção do lábio superior, essa é uma técnica cirúrgica que consiste no reposicionamento da parte interna do lábio superior.

A hiperfunção do lábio superior geralmente é causada por um crescimento exagerado da maxila em sentido vertical e por isso a cirurgia de reposicionamento labial é a mais indicada nessa situação.

Apesar de não ser possível posicionar os lábios com total perfeição ela já promove uma melhoria considerável através do travamento dos lábios e músculos, fazendo com que eles não subam mais do que o normal ao sorrir.

CTA FINAL 2

Para isso é realizada uma incisão na parte interna e superior da mucosa labial e uma sutura próxima aos dentes. Depois desse procedimento, o paciente deve seguir um período de repouso de cinco dias.

Apesar do desconforto nos primeiros dias após a realização da cirurgia, esse é um procedimento que oferece resultados estáveis e de longo prazo.

A maioria dos pacientes que passa pela cirurgia de reposicionamento labial afirma que faria novamente caso fosse necessário.

Toxina botulínica

O uso da toxina botulínica, também conhecida como Botox, é o tipo de tratamento mais indicado para corrigir o sorriso gengival quando há hiperatividade muscular dos lábios.

Apesar de ter resultados diferentes, a toxina botulínica pode ser uma opção viável no lugar da realização da cirurgia de reposicionamento labial já que as duas agem sobre a mesma causa do problema.

A toxina botulínica trabalha impedindo liberação de acetilcolina na junção neuromuscular, o que impede a contração do músculo. Entretanto, a inserção deve ser feita com uma certa periodicidade para manter os resultados, pois o tempo de bloqueio dura entre 3 a 4 meses.

A maior vantagem de realizar a toxina botulínica é o fato de ser um procedimento rápido e menos invasivo do que uma cirurgia, além de ter um custo mais reduzido. Porém, esse procedimento tem resultados bem menos previsíveis e com uma duração menor do que os outros.

A toxina botulínica geralmente é o tratamento ideal para os casos em que, além do sorriso gengival, o paciente também sofre com outros problemas como o bruxismo ou desordens da articulação temporomandibular.

image2 (1)
Exemplo: antes e depois da aplicação de Botox para correção do sorriso gengival.

Todos os tratamentos citados reduzem consideravelmente a aparência do sorriso gengival quando o paciente sorri, come ou fala, ajudando a melhorar a sua autoconfiança.

O mais importante é buscar por um profissional qualificado que irá indicar o melhor procedimento para cada caso.

Cuidados antes de realizar o tratamento

Apesar de serem tratamentos consideravelmente simples, alguns cuidados são essenciais para que tudo corra bem e o paciente tenha uma solução consistente de correção do sorriso gengival.

O primeiro passo é buscar um cirurgião dentista qualificado, com habilidade e experiência para que o resultado final seja um sorriso mais bonito e natural.

O profissional realizará uma avaliação da saúde bucal do paciente para verificar se ele está apto para o tratamento e também fará uma análise para identificar a causa do sorriso gengival.

Assim, o dentista chegará à conclusão do melhor procedimento para o caso de forma individual.

Pode ser que ele peça exames, que serão necessários em alguns tipos de tratamentos.

Para que não haja complicações, é feita uma higienização bucal completa. Em alguns casos, o cirurgião dentista poderá fazer uma análise da saúde do paciente de forma geral para se certificar que o mesmo pode submeter-se ao procedimento.

Isso geralmente é mais comum nos casos em que o tratamento cirúrgico, pois assim como em outras áreas, as cirurgias odontológicas também exigem uma série de cuidados específicos.

Para um efeito ainda mais bonito ao fim do tratamento, o profissional poderá indicar também um clareamento dental.

Dessa forma, o paciente terá um resultado bastante satisfatório e irá recuperar a sua autoestima e vontade de sorrir.

Após o tratamento também é muito importante seguir as recomendações do cirurgião dentista à risca, pois só assim o paciente terá uma recuperação completa, sem o risco de acabar sofrendo com uma infecção.

É imprescindível lembrar que além beleza, a saúde dos dentes também está em jogo e não vale a pena correr o risco de ter complicações apenas por descuido.

Agora que você já sabe o que é quais são os principais tratamentos do sorriso gengival é hora de procurar um bom dentista caso tenha o problema e queira tratá-lo.

Não deixe de sorrir e de aproveitar a vida por causa de um problema estético!

Seja qual for o caso de sorriso gengival ele tem tratamento e um profissional qualificado irá corrigi-lo sem maiores dificuldades!

Esperamos que tenha gostado desta publicação, produzida para explicar tudo sobre sorriso gengival de maneira clara e com as informações mais importantes a respeito do assunto.

Se gostou do conteúdo, não deixe de curtir e de compartilhar esta publicação com os seus amigos nas redes sociais.

Envie seu comentário ou dúvida para nossa equipe e continue acompanhando as novidades do blog para saber mais sobre saúde bucal.

Agradecemos pela leitura e até a próxima!

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h