START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

image1 (1)

Ortodontia preventiva: o que é e quais são seus benefícios?

A saúde bucal é uma preocupação de várias pessoas em todo o mundo. Isso vale tanto para as questões médicas, como infecções, tártaro e cáries, como também para a estética, como alinhamento dos dentes e branqueamento. O que nem todos levam em conta é que, com um pouco de ortodontia preventiva, é possível evitar boa parte destes problemas.

Ortodontia preventiva: o que é e quais são seus benefícios?

Manter a saúde dos dentes é uma tarefa diária com a qual cada pessoa deve se preocupar. Escovação e consultar regulares ao dentista são os principais cuidados que você deve tomar. Porém, não faltam pessoas que apenas se preocupam com estas práticas quando seus dentes já estão bem prejudicados e precisando de algum tratamento mais avançado, como obturações e extrações.

Infelizmente, os cuidados diários não vão prevenir todos os problemas que a arcada dentária possa ter, especialmente se ele for resultante de alguma deformidade ou desalinhamento. Daí vem a demanda por vários procedimentos estéticos para os dentes. Se estes forem tratados mais cedo, é possível evitar que eles aconteçam.

Se você quiser entender mais sobre este tipo de tratamento e sua importância, continue acompanhando e veja exatamente que precisa saber.

CTA

O que é a ortodontia preventiva?

Como o nome deixa a entender, é um tipo de tratamento ortodôntico que é focado em evitar que certos problemas dentários aconteçam na conformação da arcada dentária. Por exemplo, o alinhamento adequado dos dentes, tamanho, entre outras características. O que o nome não deixa tão claro é que esse tipo de tratamento é realizado na infância e adolescência, quando a arcada dentária ainda está em formação e é mais fácil de modelar.

Os detalhes sobre o procedimento, duração e ferramentas usadas podem variar bastante de pessoa para pessoa, mas quase sempre eles seguem o mesmo padrão. Se você tem filhos, ainda está em idade para que seus dentes amadureçam mais ou possui algum problema ortodôntico recorrente na família, é uma boa ideia sempre fazer o tratamento preventivo com seu dentista.

Como funciona?

A ortodontia preventiva pode ser aplicada de algumas formas diferentes, envolvendo principalmente o uso de aparelhos dentários. Estas próteses móveis forçam a arcada dentária na direção que seria mais correta para facilitar o desenvolvimento dos dentes, levando a uma melhor conformação ao longo do tempo.

image2 (2)
É melhor usar um aparelho na adolescência do que ter problemas nos dentes anos mais tarde

https://pixabay.com/pt/zoom-ortodontia-iphone-2367740/

O intuito aqui é evitar que, daqui a alguns anos, seja necessário fazer uma operação para colocar os dentes no lugar, extrair algum deles que esteja em um ponto muito ruim ou qualquer outro procedimento mais invasivo. Pode ser um pouco incômodo para uma criança ou adolescente usar aparelho, mas é melhor do que a maioria das opções.

Com qual idade deve ser realizada?

Como já mencionamos, um tratamento preventivo pode ser iniciado bem cedo. Os primeiros exames podem ser realizados a partir dos 3 anos de idade, para acompanhar o desenvolvimento da arcada dentária e detectar possíveis problemas que possam acontecer no futuro. Isso vai ajudar a planejar futuros tratamentos quando a estrutura dos dentes começar a se desenvolver.

Os tratamentos efetivos são iniciados no começo da adolescência, geralmente por volta dos 9 a 10 anos, continuando até os 16 anos, pelo menos. Ele pode continuar por mais tempo caso o problema seja mais grave ou o início da ortodontia preventiva tenha sido atrasado. Em todo caso, nunca é tarde demais para iniciar esse tipo de tratamento. Afinal, uma vez corrigido um problema, você ainda deve se prevenir para que eles não ocorram de novo.

Quais são os benefícios da ação preventiva?

Obviamente, esses procedimentos são muito úteis para qualquer pessoa. Dentre seus principais benefícios, podemos destacar:

image1 (1)
Nunca é tarde demais para começar a ir ao dentista

https://pixabay.com/pt/dentista-paciente-1639683/

1 – Educação odontológica

A simples ida de rotina ao dentista já faz uma boa diferença na saúde bucal de qualquer pessoa ao longo do tempo. Durante os procedimentos, o profissional sempre orientar o paciente em relação aos cuidados que ele precisa tomar tanto para prevenir quanto para lidar melhor com diversos problemas. Isso é especialmente útil para crianças que ainda estão construindo seus hábitos de higiene bucal.

2 – Evitar problemas de estética

Como já mencionamos, a ortodontia preventiva trabalha principalmente com problemas na formação da arcada dentária. Desvios no crescimento dos dentes, rachaduras, entre outros defeitos na aparência dos dentes podem ser evitados se o tratamento preventivo for realizado da forma correta e no tempo certo.

CTA FINAL 2

Talvez a aparência não seja a sua primeira preocupação quando falamos em saúde bucal, mas ela tem uma grande repercussão. Primeiramente, a autoestima do indivíduo é afeta. Em segundo lugar, o alinhamento correto dos dentes também afeta a mastigação, o que pode levar desde pequenas dificuldades para se alimentar até dores crônicas na mandíbula e gengiva.

3 – Melhorar a formação dos dentes permanentes

Sabe por que as ações de prevenção são tão importantes em crianças e adolescentes? Pois eles ainda possuem dentes de leite que serão descartados pelo corpo. Isso significa que qualquer problema de alinhamento detectado aqui ainda pode ser prevenido antes que s dentes permanentes apareçam, minimizando seu impacto.

Tentar tratar dentes permanentes é muito mais complicado, pois sua estrutura já está formada e leva mais tempo para se reconfigurar. É melhor garantir que ela cresça corretamente logo de cara do que esperar que eles tenham uma aparência pouco saudável para tomar uma atitude.

4 – Reduzir a necessidade de tratamentos extras no futuro

Por fim, a ortodontia preventiva também é muito útil para evitar outros procedimentos mais invasivos e mais caros no futuro. Realizar uma cirurgia é sempre mais complicado, pois o corpo precisa se recuperar antes de voltar às suas atividades normais. Isso significa, por exemplo, não conseguir comer de tudo, ter que usar remédios e sofrer com algum incômodo pelos pontos. Se o tratamento for feito em pequenas doses durante a infância, a necessidade de procedimentos assim será bem menor.

Agora que você tem estas informações, deve ser fácil entender por que a ortodontia preventiva é tão importante para a melhor saúde e estética bucal de todas as pessoas. Se quiser continuar recebendo nossas dicas, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro de nossas novidades.

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h