START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

image4-3

Piercing no dente: o que é, quanto dura e quais os cuidados necessários

O piercing no dente foi sensação há alguns anos e agora está voltando a ser o queridinho dos jovens e de pessoas de outras idades também. Mesmo que pareça ser algo recente, o piercing no dente foi encontrado em esqueletos da Antiguidade e usado entre os hippies na década de 1960.

Além de ser utilizado como uma forma de deixar o sorriso mais charmoso, sem perder a delicadeza, também é considerada uma maneira conservadora de modificar o corpo, para quem prefere começar aos poucos.

O que é piercing no dente?

É uma joia em formato de pedrinha, colado na superfície de um dente frontal, normalmente o canino. É indicado que a aplicação seja realizada em pessoas que já fizeram todos os tratamentos dentais necessários, incluindo os ortodônticos.

Os piercings de dente podem ser de cristal, ouro, prata, diamante ou outras pedras preciosas, sendo o mais comum o strass. O paciente pode escolher o modelo e a cor do piercing, de acordo com o seu gosto e personalidade. Pode ser apenas uma pedrinha transparente ou nas mais variadas cores, além de outros formatos, como coração, estrela, golfinho, trevo da sorte, entre outros.

O piercing no dente promete voltar a ser tendência para quem gosta de um brilho a mais no sorriso

Como ele é colocado?

A aplicação não é invasiva, pois o dente não precisa ser furado para a colocação do piercing. Ele é fixado com uma cola, parecida com as utilizadas para segurar os bráquetes dos aparelhos ortodônticos. As joias são aplicadas sobre o esmalte dentário, sem ocasionar desgastes no dente durante o procedimento.

CTA

Mesmo que no processo da colocação do piercing não haja mudanças na estrutura do dente, é necessário que o profissional modifique a camada do esmalte para fixar o acessório. Isso é realizado por meio de um agente ácido que possibilita a desmineralização local, para que a colagem seja um sucesso. Todo o processo de fixação do piercing dura, em média, 20 minutos e é totalmente indolor.

Quais os cuidados necessários?

Por mais que o piercing no dente seja um acessório simples, ele precisa de manutenção e cuidados, pois a joia pode causar riscos ao dente. Geralmente, o dentista passa as mesmas orientações de higiene bucal que daria para outro paciente, como utilizar escovas de dente macias, manter os dentes limpos após as refeições e utilizar o fio dental diariamente.

A única exceção é atentar-se para um possível deslocamento do piercing ou atritos, para que o mesmo não lasque. Recomenda-se não ingerir alimentos duros e fibrosos ou que provoquem trauma no local, escovar o dente que possui a joia de forma cuidadosa e prestar atenção para não engolir o piercing, caso descole.

Não deixe de higienizar o dente por medo do piercing cair, isso pode ocasionar danos à saúde bucal.

Quanto tempo dura?

O piercing no dente dura, em média, três meses e, em muitos casos, mais ou menos que isso. Tudo depende do cuidado com a joia e com os alimentos que são ingeridos. Se a peça não for perdida ou engolida, é possível retornar ao dentista para recolocá-la.

Caso o paciente queira retirar o piercing, é preciso ir até o profissional para que ele descole o acessório e retire a cola do dente, polindo a superfície. Na maioria dos casos, após a retirada do piercing, o dente fica como antes, sem machas ou marcas.

Qual o preço?

O custo para colocar um piercing no dente depende exclusivamente do dentista e material escolhido, mas principalmente da joia. Piercings feitos de strass ficam em torno de 100 a 200 reais, enquanto peças de metais nobres ou pedras preciosas podem custar de 1000 reais para mais.

CTA FINAL 2

Prós e contras

O piercing no dente não é um tratamento odontológico estético, mas um utensílio que pode trazer problemas para a saúde bucal. Após a colocação, há um acúmulo maior de placa bacteriana na superfície do dente, ocasionado pela dificuldade de higienização.

Com isso, aumenta a probabilidade de doenças gengivais, manchas brancas, cáries em estágio avançado e um aglomerado de pigmentos da alimentação. Outro ponto negativo é a sua curta durabilidade, já que o piercing pode descolar com facilidade e as idas ao dentista podem tornar-se uma rotina.

Por outro lado, é um método reversível e uma alternativa para quem quer dar uma incrementada com estilo no sorriso, sem submeter-se a procedimentos dolorosos e definitivos.

Gostou do retorno dessa moda? Conte-nos se você está pensando em usar um piercing no dente e qual joia escolheria!

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h