START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH

image1 (1)2

Qual a real importância de ter dentes alinhados?

Para a Associação Americana de Ortodontia, sediada em ST. Louis, Missouri, nos Estados Unidos, para além de fatores estéticos, ter dentes alinhados significa a garantia de uma correta mastigação, adequada higiene oral, preservação dos músculos da face, das estruturas articulares, saúde das gengivas, entre vários outros benefícios.

Uma arcada dentária desalinhada, apinhada, com sobreposição dos dentes ou com espaços exagerados entre eles (diastema), impossibilita a correta escovação, resultando na proliferação de bactérias, ocorrência de periodontite, placa bacteriana e muitos outros problemas bucais.

Sem esquecer que um sorriso bonito é capaz de elevar a autoestima e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida, pois a própria Organização Mundial da Saúde já considera os fatores relacionados com a estética e a aparência determinantes para avaliar a saúde de um indivíduo.

image1 (1)2
A Organização Mundial da Saúde já considera a satisfação com a aparência um dos indicativos da saúde de um indivíduo.

Por que você deve ter dentes alinhados?

Não obstante as questões pessoais que estimulem um indivíduo a realizar um tratamento para o alinhamento dentário, alguns motivos são considerados fundamentais para esse tipo de preocupação. E são eles:

1. Contribui para a saúde do corpo

3
Até mesmo crises de enxaqueca podem ter como causa o desalinhamento dos dentes.

Isso porque o alinhamento dentário, além de garantir o aspecto harmonioso da face, é o que permite uma correta mastigação e trituração dos alimentos, facilita a respiração enquanto se realizam as refeições diárias, e, consequentemente, ajuda a produzir um “bolo alimentar” em melhores condições de ser digerido pelo estômago.

CTA

E, como resultado óbvio, serão menores as chances de desenvolver distúrbios estomacais (gastrites, refluxo gástrico, úlceras etc.), enxaquecas, hipersensibilidade dentária ou “dentes sensíveis”, além de melhorar a qualidade do sono, evitar transtornos nas articulações faciais, mandíbula, maxilares, entre várias outras complicações.

2. Previne o surgimento de problemas

Estamos falando do advento de transtornos relacionados com a saúde oral, como retração gengival, trauma oclusal, danos na região da dentina, inflamação dos músculos que envolvem a mandíbula, desgaste da estrutura óssea, DTM, erosão dentária, além de vários outros transtornos semelhantes.

Também não são descartados problemas de ordem geral, como: distúrbios cardiovasculares, enxaquecas, transtornos da coluna, câncer de boca, e outros problemas que podem advir do desalinhamento dos dentes e da negligência quanto à correção do problema.

3. Melhora da autoestima

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a baixa autoestima é considerada um problema de saúde pública e tem relação direta com a ocorrência de depressão, ansiedade, síndrome do pânico, letargia e inúmeros casos de suicídio.

Com relação a isso, o desalinhamento dentário pode contribuir decisivamente, já que se trata de uma das principais causas de insatisfação com a aparência entre os indivíduos, fazendo com que a OMS a considerasse um dos fatores a indicar se um indivíduo é ou não saudável.

4. Contribui para o sucesso no mercado de trabalho

Outra boa razão para se ter dentes alinhados é o fato de que a aparência física e a harmonia facial são hoje requisitos para contratação de funcionários, principalmente, nas grandes corporações.

Estudos comprovam que um sorriso perfeito aumenta as chances de contratação em pelo menos 60%, além de melhorar as relações no ambiente de trabalho, entre vários outros benefícios.

Uma curiosa pesquisa realizada por alunos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com cerca de 1600 jovens, concluiu que dentes extremamente danificados e desalinhados têm influência direta na relação saudável de um indivíduo com a sociedade.

Uma dentição perfeita pode aumentar em quase 60% as chances de ser contratado por uma empresa, diz estudo.

5. Trata problemas relacionados

Para além dos problemas já mencionados nesse artigo, o alinhamento dos dentes também contribui para o tratamento de problemas que são agravados por esse transtorno.

As consequências do bruxismo, por exemplo, que se caracteriza pelo ranger constante dos dentes, principalmente durante a noite, podem ser minimizados se os dentes estiverem alinhados enquanto o tratamento é realizado.

Terapias contra a enxaqueca, obesidade, problemas estomacais, procedimentos de restaurações dentárias, entre outros, também se beneficiam com o alinhamento dos dentes, pois está cientificamente comprovada a sua influência positiva ou negativa durante esses tratamentos.

Quanto tempo para alinhar os dentes?

A Ortodontia é a especialidade da Odontologia que tem a incumbência de realizar, entre outros aspectos, o alinhamento da arcada dentária.

Para tal, o ortodontista deverá ser capaz de avaliar a real necessidade e possibilidade de tratamento do transtorno, além de determinar um tempo estimado para a conclusão de todo o procedimento.

Feita a avaliação, poderá indicar a correção por meio de um aparelho ortodôntico, cujo tempo médio de duração do tratamento é de 2 anos, mas, a depender do grau de desalinhamento dentário e de comprometimento do paciente, pode durar até o dobro disso.

Também poderá optar por métodos mais modernos como o Invisalign e as Facetas de Porcelana, por exemplo (apenas para casos simples), ou mesmo uma Cirurgia Ortognática, quando o problema está nas estruturas ósseas da face (maxila e mandíbula).

O aparelho ortodôntico ainda é a técnica mais utilizada para o alinhamento dentário.

As principais técnicas para alinhar os dentes

Como foi dito acima, as principais técnicas para o alinhamento dentário envolvem, basicamente, a união de uma equipe multidisciplinar, sob o comando dos ortodontistas, auxiliados por psicólogos, nutricionistas, e, em última instância, cirurgiões-dentistas.

No caso específico dos aparelhos ortodônticos, os mais utilizados são os fixos, geralmente indicados para adultos ou em procedimentos mais complexos, pois provocam uma maior movimentação dos dentes.

Esse tipo de aparelho pode ser de metal, cerâmica, porcelana, safira, resinas, entre outros tipos de materiais utilizados.

São fixados nos dentes por meio de bráquetes, que são ajustados por fios metálicos para que haja o alinhamento oclusal.

CTA FINAL 2

Além dos aparelhos ortodônticos, os microimplantes dentários também já são largamente utilizados como forma de tornar mais rápida a movimentação dentária.

Mas o que importa mesmo saber é que, a despeito das diversas técnicas existentes, somente um profissional será capaz de avaliar cada caso, e decidir, criteriosamente, qual procedimento deverá ser adotado em cada uma das situações.

Somente uma equipe multidisciplinar, sob o comando de um ortodontista, será capaz de indicar o melhor tratamento.

Como você deve ter percebido, a importância de ter dentes alinhados está para além de questões puramente estéticas. Mas gostaríamos de saber a sua opinião sobre isso, por meio de um comentário, logo abaixo.

About the Author:Carolina Caram

Leave a Comment

Whatsapp - 8h às 18h